Selo da Diversidade 2021

A abertura das candidaturas à III Edição do Selo da Diversidade foram efetuadas no Plenário anual da APPDI, no IV Fórum Nacional para a Diversidade e Inclusão.

Esta iniciativa, uma parceria com o Alto-Comissariado para as Migrações, I. P.  pretende pelo 3ª ano, reconhecer e premiar as organizações que procuram desenvolver e implementar políticas e práticas orientadas para a promoção e valorização da diversidade.

O Selo da Diversidade mantém as 6 categorias:

  1. Compromisso da gestão de topo e dos outros níveis hierárquicos;
  2. Cultura organizacional;
  3. Recrutamento, seleção e práticas de gestão de pessoas;
  4. Desenvolvimento profissional e progressão na carreira;
  5. Comunicação da Carta e dos seus princípios;
  6. Condições de trabalho e acessibilidades.

Cada organização pode submeter mais do que uma candidatura, mas apenas uma por categoria e as práticas apresentadas devem estar em vigor na organização.

 

A apreciação, classificação e decisão das candidaturas sobre a atribuição do Selo da Diversidade é da competência de uma Comissão de Avaliação, composta por cinco especialistas:

Terceira Edição juri selo da diversidade 2021 claudia pedra

Cláudia Pedra é especialista em direitos humanos e migrações. Licenciada em relações internacionais e mestre em estratégia, foi Consultora do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, Investigadora para a Ásia e sobre o Tráfico de Pessoas no Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais (onde foi Coordenadora Executiva do projeto POAT-FSE sobre Tráfico de Seres Humanos – Inclusão social e Valorização das Vitimas,2010-2013), Investigadora e Gestora de Projetos na Organização Internacional para as Migrações e Diretora Executiva da Amnistia Internacional Portugal, de 2002 a 2008. Foi também Coordenadora Técnica da Bolsa de Valores Sociais. Atualmente é Managing Partner da Stone Soup Consulting e diretora do NSIS – Associação de Estudos Estratégicos e Internacionais. Há mais de 20 anos que trabalha na área de direitos humanos em questões como a discriminação, a educação para os direitos humanos e a universalidade dos direitos humanos. Tem mais de 50 artigos publicados sobre Direitos Humanos, relações internacionais e gestão de Organizações do Terceiro Setor e participou como autora em vários livros.

Terceira Edição juri selo da diversidade 2017 fausto amaro

Fausto Amaro Doutorado e agregado em Sociologia é professor catedrático do ISCSP/Universidade Técnica de Lisboa onde coordena a Unidade de Serviço Social e Política Social. Professor catedrático e Vice-Reitor de Coordenação Académica da Universidade Atlântica. Investigador do CAPPCentro de – Centro de Administração e Políticas Públicas e do CESOB – Centro de Estudos Sociedade, Organizações e Bem-estar.

Terceira Edição juri selo da diversidade 2017 julieta sanches

Julieta Sanches Mãe de uma deficiente mental profunda, uniu-se há 30 anos a um grupo de pais preocupados com a qualidade de vida, a aprendizagem e o futuro de filhos/as diferentes de todas as outras crianças. Fundadora da primeira CERCI, a de Lisboa, para cuidar da educação de crianças com deficiência mental. Foi assim que há 20 anos nasceu a FENACERCI (Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social) de que é presidente.

Terceira Edição juri selo da diversidade 2019 maria castro e almeida

Mária Castro e Almeida Trabalha desde Setembro de 2017 como Consultora na área da deficiência no ICF – Inclusive Community Forum um projeto da Nova School of Business and Economics que se dedica à vida das pessoas com deficiência e procura promover uma Comunidade mais inclusiva. Depois de vários anos de experiência na área lucrativa, trabalhou 8 anos em Consultoria para o Terceiro Setor tendo desenvolvido projetos ligados ao fundraising para organizações sociais e universidades. Tem experiência pessoal e profissional na área da deficiência e quis pôr esta experiência ao serviço de um projeto que faz a diferença na vida das pessoas com deficiência, suas famílias e comunidade em geral.

Terceira Edição juri selo da diversidade 2019 pedro neves

Pedro Neves Professor Associado com Agregação na Nova School of Business and Economics onde coordena atualmente uma Pós-Graduação em Gestão de Pessoas e Talento. Doutorado em Comportamento Organizacional (ISCTE-IUL), publicou nesta área mais de 30 artigos científicos em revistas internacionais bem como diversos livros e capítulos.

Pode concorrer a esta iniciativa qualquer organização signatária da Carta Portuguesa para a Diversidade.

Materiais disponíveis:

As candidaturas encerram dia 31 de Maio e a divulgação dos resultados será feita em Outubro.